Arquivo de tag mulheres

porMelissa de Sá

Resenha de livro: Primeira frase de um livro não escrito

Li esse livro faz algum tempo, mas não poderia deixar de comentar dele. Foi uma leitura tão gostosa, cheia de frases poéticas e aquele quê confessional que não é meloso, mas emotivo. Daqueles livros pra voltar e reler um pedacinho quando der vontade.

Primeira frase de um livro não escrito que vai agradar quem gosta de crônicas, contos e prosa poética. Leitura perfeita para fazer esperando ônibus, no celular ou naquela tarde chuvosa. Ler mais

porMelissa de Sá

Minha história de ser mulher

Em seu segundo discurso para a campanha #HeForShe, Emma Watson pediu que as pessoas compartilhassem suas histórias de igualdade de gênero. Na minha dissertação de mestrado, eu escrevi que concordava com várias estudiosas dizendo que contar sua própria história é uma forma de empoderamento. Então por isso, nesse 8 de março, Dia Internacional da Mulher, vou contar minha história. A minha história de ser mulher.

images

Porque sempre achei que não era menos que ninguém por ser uma menina. Mas tentaram me fazer acreditar no contrário. Ler mais

porMelissa de Sá

Show da Pitty em BH (ou como você se surpreende com as coias 2)

“Vamos no show da Pitty?”. “Vamos”. Foi mais ou menos assim como eu e um grande amigo (Jean, estou falando de você no blog) resolvemos ir no show da Pitty em BH. E lá fomos nós no último sábado sem muita expectativa, só com uma vontade louca de cantar “Me Adora” no meio do público. Nós dois ouvimos Pitty na adolescência, mas não sabíamos uma música sequer do novo CD. Mas bora lá ficar na chuva e curtir um show legalzinho.

pitty

Essa foto do show representa bem.

E não é que o troço bombou? Gente, lágrimas rolaram nesse show… Plateia enlouquecida, rock na veia total. Que isso! Ler mais

porMelissa de Sá

Discografia e História: The Runaways PARTE 7: O Fim

É fim do ano e agora cumpro minha promessa de falar do fim das Runaways. Nossa última parada foi no ano de 1978, quando Vicki Blue saiu da banda. O clima criado pelo produtor John Alcock era de tensão e muitas drogas. Para acompanhar os posts anteriores e saber da história das Runaways, clique aqui. Essa série de posts é parte do projeto Born to Be a Runaways Fan.

Joan Jett sempre afirmou que o fim das Runaways se deu por motivos de diferenças musicais. Talvez, no fundo, ela tivesse razão. Joan queria tocar glam/punk, Sandy e Lita queriam hard rock. Isso levou ao fim da banda. Mas a equação não era tão simples assim. Ler mais

porMelissa de Sá

Eu na antologia Piratas!

Ho ho ho! E não é Papai Noel. Estou à bordo da antologia Piratas, da editora Cata-Vento, com o conto “Mais mais pesado que o ar”. Em breve vocês poderão conhecer Amélia e a trupe pirata Agulhas Negras num universo steampunk!

Dirigíveis, aí vamos nós! Ler mais

porMelissa de Sá

Discografia e História: The Runaways PARTE 6: And Now the Runaways!

Vocês pensaram que eu abandonei vocês, que não ia ter mais Runaways por aqui… mas promessa é promessa e eis aqui mais um capítulo da história da banda. Estamos no ano de 1978, na turnê ao longo dos Estados Unidos. Para quem está começando agora ou para quem quer simplesmente rever o que passou, clique aqui para ler os posts anteriores. Lembrando que esse é mais um post do projeto Born to be a Runaways Fan. A bibliografia se encontra no final do primeiro post da série.

O inverno de 1978 é conhecido por ter sido um dos piores da história recente dos Estados Unidos. E foi nesse inverno que a turnê mais punk das Runaways aconteceu. Punk nos dois sentidos: porque as Runaways tocaram ao lado de grandes bandas do cenário punk da época como os Ramones e porque a situação material e psicológica era precária. Ler mais

%d blogueiros gostam disto: