literatura

Resenha contos #3

Mais uma resenha de contos por aqui. Nada como um bom conto em e-book para alegrar o dia numa leitura rápida de uma sentada. Ótimo para enfrentar filas e esperar ônibus. Lembrando que por aqui falo de contos não-fantásticos. Para outros gêneros, visite o meu blog literário Livros de Fantasia.

Dois contos românticos bem diferentes, mas muito bons.Continue a ler »Resenha contos #3

Uma escritora na Bienal do Livro Rio 2015

Essa foi a primeira Bienal que participei como autora. E foi uma experiência incrível. Encontrei amigos escritores, conheci outros, pude abraçar mais uns finalmente. Autografei, conversei com leitores, descobri livros novos. Tenho certeza – e as fotos captaram isso – que estava com os olhos brilhando.

Nove em cada dez escritores têm o sonho de se expor numa Bienal. Comigo não foi diferente. Continue a ler »Uma escritora na Bienal do Livro Rio 2015

Lista de Livros Lidos em 2011

Seguindo o exemplo do ano passado, estou postando minha Lista de Livros Lidos em 2011. Sim, eu sei que o Skoob faz isso, mas sempre acho legal postar aqui no blog e ter um olhar mais distante do que realmente li esse ano.

Primeiramente, tenho que dizer que por conta da faculdade, acabo lendo muitos textos e livros teóricos. Bem, não os coloquei na lista. Só incluí mesmo romanes, livros de contos completos, peças de teatro, livros de auto-ajuda/saúde s e livros de ensaios completos. E no final, vai minha lista de releituras.

Acho que está na ordem de leitura. Acho.

Confira a lista! Continue a ler »Lista de Livros Lidos em 2011

O que é a verdade, o que é ser mulher e o que isso tudo tem a ver com The Runaways

Então, vamos começar do começo. E esse começo vem de uma idéia antiga para um post complicado sobre essa questão básica de “O que significa ser mulher? O que é expressar feminilidade?”. É o tipo de pergunta que não tem uma resposta pronta, direta. É o tipo de coisa que a gente pode divagar, discutir, pensar junto. Acredito que não possa ser respondido. E isso só daria um post – dando continuidade ao post da Sandy – enorme . Enorme mas talvez que as pessoas não fossem achar interessante porque seria longo e meio repetitivo. O que me leva à questão da verdade, que até comecei a questionar no post sobre o Carnaval, mas que também daria uma discussão longa e repetitiva. Me veio então a idéia de outro post sobre The Runaways que também seria longo e cansativo. A solução? Juntar os três temas numa coisa só.Continue a ler »O que é a verdade, o que é ser mulher e o que isso tudo tem a ver com The Runaways