Arquivo de tag jackie fox

porMelissa de Sá

A verdade inconveniente das Runaways: a história do abuso de Jackie Fox

Todo fã sabe que sempre houve algo de muito podre no reino das Runaways. Em Edgeplay, documentário sobre a história da pioneira all-girl rock band estado-unidense, Sandy West diz que as garotas sofriam todo tipo de abuso por parte do produtor, Kim Fowley. Se havia abuso sexual? Sandy termina dizendo que não é ela quem deve ser indagada sobre o assunto.

Jackie Fox e Cherie Currie em 1976.

E não era mesmo. Faz algumas semanas que Jackie Fuchs (mais conhecida como Jackie Fox, baixista da banda) revelou para o jornalista Jason Cherkis um episódio chocante: na noite de ano novo de 1975, ela foi drogada e estuprada por Kim Fowley num quarto lotado de pessoas. O ato em si já é revoltante, mas mais absurdo ainda é que o mundo não tem tratado as mulheres de forma diferente nesses últimos 40 anos. Ler mais

porMelissa de Sá

Discografia e História: The Runaways PARTE 7: O Fim

É fim do ano e agora cumpro minha promessa de falar do fim das Runaways. Nossa última parada foi no ano de 1978, quando Vicki Blue saiu da banda. O clima criado pelo produtor John Alcock era de tensão e muitas drogas. Para acompanhar os posts anteriores e saber da história das Runaways, clique aqui. Essa série de posts é parte do projeto Born to Be a Runaways Fan.

Joan Jett sempre afirmou que o fim das Runaways se deu por motivos de diferenças musicais. Talvez, no fundo, ela tivesse razão. Joan queria tocar glam/punk, Sandy e Lita queriam hard rock. Isso levou ao fim da banda. Mas a equação não era tão simples assim. Ler mais

porMelissa de Sá

Discografia e História: The Runaways PARTE 5: Waitin´ for the Night

E nada melhor do que passar o Carnaval com um pouquinho de bom e velho rock and roll, não? Então vamos pra sequência da história da banda estado-unidense The Runaways. E esse post vai abordar o conturbado período que se seguiu à turnê japonesa de 1977.

Como sempre, esse é um post do projeto Born to Be a Runaways Fan e as informações que uso foram declarações da própria banda. Para conferir a bibliografia, dê uma olhada nos posts anteriores.

Confira o período pós-Japão e a nova formação da banda na segunda metade de 1977. Ler mais

porMelissa de Sá

Discografia e História: The Runaways PARTE 4: Live in Japan

E finalmente mais um post da sequência que conta a história e a discografia da banda estado-unidense The Runaways e nada mais apropriado do que voltar essa coluna com a parte mais memóravel da história da banda que é a turnê japonesa de 1977.

Lembrando que esse post é parte do projeto Born to Be a Runaways Fan e que as fontes que eu uso para contar essa história são depoimentos ligados às integrantes da banda. Para conferir o que aconteceu nos anos anteriores da banda, clique aqui, e dê uma checada na bibliografia!

Depois da gravação de Queens of Noise, a Mercury Records, então gravadora das Runaways, investiu pesado em marketing para o novo álbum e para a nova turnê. A campanha englobava a confecção de camisetas, outdoors pela cidade e uma nova turnê nacional que dessa vez foi feita de avião e não num carro apertado, o que demonstrava um aumento da popularidade e do arrendamento da banda, o que não significava, é claro, que as garotas estivessem recebendo algum dinheiro. Ler mais

porMelissa de Sá

Discografia e História: The Runaways PARTE 3: Queens of Noise

Demorou, mas saiu o terceiro post sobre a trajetória de The Runaways que, mesmo depois de 3 meses, ainda continua como  termo mais procurado do blog seguido de “Jackie Fox”. Obrigada a todos que procuraram e comentaram. Esse blog tem orgulho de ser uma das poucas fontes seguras sobre The Runaways em português.

Só pra lembrar, esse post faz parte do projeto Born to Be a Runaways Fan e toda a informação veiculada foi retirada de declarações feitas pela própria banda. Para ler os posts anteriores, clique aqui.

Paramos em 1976 às vésperas da turnê da banda pela Europa. O último show da turnê nacional em solo americano foi no famoso Starwood L.A em Los Angeles, no dia13 de setembro. Kim Fowley recentemente contou em seu Facebook que o Led Zepepelin assistiu a esse show e que no final da apresentação, Robert Plant disse: “Isso funciona!”. O show é um marco histórico da banda, mas não só pelo reconhecimento artístico. Segundo a autobiografia de Cherie Currie, foi nesse show que ela vestiu pela primeira vez o infame espartilho branco. O traje que seria para sempre associado à sua imagem. Ler mais

porMelissa de Sá

Discografia e História: The Runaways – PARTE 2: The Runaways

Esse post é a continuação de uma série que traz a trajetória de The Runaways, a primeira banda de rock formada exclusivamente por garotas. Para ler o post anterior sobre o início da banda em 1975 clique aqui. Lembrando que essa idéia faz parte do projeto Born To Be a Runaways Fan e que todas as informações foram checadas em fontes relacionadas à banda. O que é fofoca musical não confirmada, eu sinalizo. E mais uma vez, no final do post temos a bibliografia. Então vamos continuar de onde paramos: Jackie Fox se torna uma Runaway.

É engraçado como a formação clássica das Runaways cria um esteriótipo dos vários tipos de garota. Jackie Fox comenta o fato em seu blog (fazendo um paralelo engraçado entre The Runaways e Spice Girls) e mais tarde Joan Jett diz a mesma coisa nos comentários em audio do filme The Runaways (estrelado por Kristen Stweart e Dakota Fanning). Se cada Runaway era um tipo de garota, então que tipos são esses? Ler mais

%d blogueiros gostam disto: