Arquivo de tag harry potter

porMelissa de Sá

Alguém aí lembra da Cassandra Clare?

Pois então, agora ela é um best-seller do New York Times! Sim, ela escreve uma série que acabou de ser traduzida para o Brasil e tem o nome de The Mortal Instruments. Descobri isso não faz mais de dez minutos enquanto lia o blog Leitura Compulsiva, da Camila, que apesar de ter um excesso de livros sobre vampiros, sempre acompanho.

Para quem não se lembra, ou simplesmente não sabe quem é, Cassandra Clare já foi Cassandra ClaIre, escritora da famigerada fanfic de Harry Potter chamada Draco Dormiens. Para os que ainda estão com aquela cara de total ignorância, uma fanfic (ou fanfiction) é uma história sem fins lucrativos criada por fãs sobre uma determinada série. Durante muitos anos da minha vida pertenci a esse mundo e foi quando li Draco Dormiens que é uma fanfic de Harry Potter onde há um triângulo amoroso entre Draco, Harry e Hermione. ????????????????????????????????

Cassandra, agora Clare, é um sucesso mundial depois de ter escrito que a masmorra estava muito quente, mas que Snape não ligava

Cassandra Claire era uma figura notória no mundo das fanfics, nos dois sentidos da coisa. Tinha gente que idolatrava suas histórias, tinha gente que achava que ela era a filha do Filch com a Lula Gigante. Só sei que ela enfrenteu críticas e elogios durante toda a sua carreira como ficwriter o que fez com sua fanfic fosse traduzida para várias línguas, inclusive português, e a canonizasse (infelizmente) como uma celebridade do mundo das fanfics.

Como ferrenha denfensora do casal Ron/Hermione, eu nunca pude realmente apreciar “Draco Dormiens”. Pra mim, era um delírio dos maiores. Mas meu problema com a Cassandra Claire era ainda a atitude besta que ela tinha, principalmente quando J.K.Rowling disse que Harry/Hermione era um casal para pessoas iludidas e ela simplesmente falou que ia queimar todos os livros da série! duh

Agora ela é um best-seller internacional e well, I´m sorry, nunca vou ter estômago para ler os livros dela. É uma questão ideológica. Será que isso é um preconceito? Será que é inveja? Que é que vocês sentem sobre isso, pessoal? Qual a sua opinião? Vocês conhecem mais algum escritor de fanfic que virou sucesso?

porMelissa de Sá

Hoje é 31 de julho!

Hoje é aniversário de alguém que me acompanhou durante 10 anos bem de perto. Alguém que esteve comigo em momentos tristes e felizes, alguém com quem eu convivi de uma maneira tão próxima que chega até ser difícil explicar o nosso grau de intimidade. Hoje é o aniversário de Harry Potter.

Okay, primeiro parágrafo brega até o talo, mas é assim mesmo que eu me sinto. Nunca esqueço o 31 de julho, é uma coisa incrível. É como se fosse o aniversário de um grande amigo, daqueles que você pensa “Okay, semana que vem é o aniversário do fulaninho”.

Faz três anos que Harry Potter acabou, mas mesmo assim, tudo isso é parte da minha vida. Faço piadinhas sobre o universo Harry Potter; sinto frio na barriga quando vejo alguma referência em algum outro texto, livro ou filme que eu goste muito; fico brava se alguém fala mal ou demonstra algum preconceito pela série sem ter algum fundamento; passo horas discutindo questões dos livros; sonho com Harry Potter; releio os livros e sinto as mesmas emoções. Eu tenho quase 21 anos e bem, sinto que vai ser assim pra todo o sempre. Porque Harry Potter fez o que nenhuma série nunca fez: me fez acreditar. Não no sentido de achar que existe de verdade, mas no sentido de me apresentar um mundo completo, com personagens cativantes, uma história bem fechada, e um mundo de possibilidades racionais (dentro das regras desse mundo).

Eu tinha 10 anos e gostava de livros de fantasia, então eu li Harry Potter. Eu tinha 13 anos, me sentia sozinha e isolada, então eu li Harry Potter. Eu tinha 15 anos e queria ser escritora, então eu li Harry Potter. Eu tinha 17 anos e tinha medo de crescer, então eu li Harry Potter.

Obrigada, J.K.Rowling, por ter mudado minha vida. Parece brega, mas acredite, não é não.

%d blogueiros gostam disto: