Arquivo de tag desafio literário

porMelissa de Sá

Desafio Literário 2: Semana 4

Pois é, já estou na quarta semana do meu segundo desafio literário. Vocês podem acompanhar o progresso das semanas anteriores aqui, aqui e aqui. Lembrando que é uma proposta que divido com a Karen, do blog Eu, Papel e Palavras.

Escrever um livro em pouco mais de um mês é uma experiência cheia de altos e baixos. Há dias de produção intensa e outros de pura letargia. Às vezes a escrita vem fácil, quase escorregando, outras vezes vem dura, exige muita lapidação. No entanto, o resultado é sempre positivo. O que não significa que fico sempre satisfeita com meu trabalho, mas me sinto feliz de estar trabalhando. É realmente o que eu amo fazer. E isso é uma coisa muito motivante.

Mas vamos ser realistas. Ler mais

porMelissa de Sá

Desafio Literário: Semana 3

Vocês já sabem que eu e a Karen do Eu, Papel e Palavras estamos numa empreitada de escrever um livro até 31 de janeiro. Sabem também que estou escrevendo ficção científica.

E também sabem que a coisa tá feia, mas que está caminhando bem e que eu estou escrevendo de madrugada (pessoas que acompanham meu Twitter já devem ter percebido). Já postei aqui um pouco sobre a protagonista e trama e coloquei uma cena emblemática do livro. Agora é hora da sinopse oficial!

Então vamos lá: Ler mais

porMelissa de Sá

Desafio Literário: Semana 2

E mais uma semana do desafio maluco que eu e a Karen, do Eu, Papel e Palavras, nos enfiamos. A meta é terminar um livro até dia 31 de janeiro. Será que dá tempo antes que a gente pire de vez?

Não vou mentir pra vocês pessoal, está sendo difícil. Mas ao mesmo tempo muito positivo, pois estou aprendendo a respeitar meu rítmo e a criar o hábito de escrever todo dia. Desde semena passada, estou escrevendo de madrugada (que é uma hora boa por conta do silêncio e da ausência de distrações virtuais ou não) e escrevi todos os dias (exceto ontem, que foi ano novo).

Foram ao todo 5.427 palavras escritas entre segunda e sexta-feira e agora estou escrevendo o que eu chamo de “Intervalo”, que são escritos entre um capítulo e outro. Quando terminar, vou pro capítulo 10.

Semana passada postei pra vocês como é a história e sua protagonista, hoje vou postar um trecho que acho bem emblemático. Inclusive, arrisco dizer que é minha cena favorita do livro, que acontece na primeira parte.

– Está bem, está bem – murmurou Andrella suando frio de tanto medo. Não sabia como uma arma poderia machucar alguém sendo um pedaço de metal, mas achava que não seria muito bom descobrir.

– Ótimo – falou a mulher – então vamos começar. Você é Andrella apud Gabriela-Armed? – a garota não pôde deixar de notar um certo cinismo na voz da outra – responda!

– Sim – respondeu ela, tremendo – sou eu.

– Você mora com Argorio apud Luna-Stenka?

– S-sim.

– Quantos anos você tem?

– Q-quinze anos – gemeu a garota.

– Ótimo – exclamou a mulher baixando a arma – venha comigo se quiser viver.

Faltam 6 capítulos. Tem muita coisa pra acontecer ainda! Diria que escrevi dois terços do livro. Mas estou empolgada. Essa semana vai ter mais uma maratona de escrita da madrugada.

Ao infinito e além!!!

Ou pelo menos até 31 de janeiro…

30 dias to go…

porMelissa de Sá

Desafio Literário 2: Semana 1

E lá se foi a segunda semana do Desafio Literário 2 que estou fazendo com a Karen, do blog Eu, Papel e Palavras que tem como objetivo terminar um livro até o dia 31 de janeiro.

Parece loucura? Bem, eu tenho certeza que é.

Para vocês terem uma ideia do que estou fazendo, aí vai algumas informações que não contém spoilers:

  • O livro é uma distopia, ou seja, é uma utopia que deu terrivelmente errado. Nela, uma cidade-estado auto-suficiente preza o desenvolvimento intelectual acima de qualquer coisa.
  • A protagonista é uma garota de 15 anos chamada Andrella. Ela mora com um tutor, que ela chama de tio, e vê seu mundo ser inteiramente destruído quando se torna um fracasso, ou seja, alguém que teve uma produtividade mediana na escola. E o pior é que ela nem sabe como isso aconteceu.
  • Essa história se passa num futuro nem tão distante assim e não tem cenário muito certo. A cidade-estado é roadeada por um deserto e pelas ruínas da antiga civilização humana.
    Ler mais
porMelissa de Sá

Desafio Literário 2: A Missão

Depois das semanas que se seguiram do fim do Desafio Literário de Novembro, percebi que sou uma pessoa motivada a listas. Eu já desconfiava disso, só não levava a sério.

Qual o problema de ser movida a listas? Bem, significa que se eu não tiver uma meta, uma data final, uma deadline, ou seja, um desafio, eu não consigo produzir. E quando eu digo não consigo produzir, eu quero dizer que não consigo produzir. Tudo que escrevi até hoje tinha uma data de entrega (nem que ela fosse criada por mim mesma), então, bem, por que não usar isso a meu favor?

É por isso que criei junto com a Karen do blog Eu, Papel e Palavras o desafio mais louco das nossas vidas: terminar um livro até dia 31 de janeiro.

*trombetas ao fundo*

É uma viagem por mares nunca dantes navegados e nada melhor do que estar bem acompanhado, não? Isso porque a Karen, além de louca por escrita como eu, Sonserina com gana de desafio, é também uma escritora super talentosa (como assim vocês nunca leram nada dela? No blog dela tem contos/crônias/trechos sensacionais!).

E juntas vamos pro nosso novo Desafio Literário!

Escrevendo dia e noite…

Eu queria pensar que vou ficar assim...

Sem desculpas. Até terminar o livro, não importa quantas palavras sejam.

Porque eu sei que vou ficar tipo assim...

 REGRAS:

  1. Terminar de escrever um livro inteiro até o dia 31 de janeiro. Desenvolver todos os capítulos previstos e todas as ações necessárias. Revisão não conta.
  2. O número de palavras não importa, desde que  a obra esteja terminada até 31 de janeiro.
  3. Toda semana colocaremos o parecer nos nossos blogs contando como está o andamento do livro e atiçar um pouquinho a curiosidade de vocês sobre como é a história!

PUNIÇÃO:

Vocês escolhem! Isso mesmo. Vocês, leitores fiéis, escolherão qual a punição melhor pra mim e pra Karen caso a gente não consiga cumprir o desafio. Então usem a caixinha de comentários e dêem a sugestão de vocês que pode variar de tirar uma foto a estranha a cumprir uma tarefa. Faremos uma enquete com as opções no final da semana, então usem a imaginação de vocês para encontrar uma punição (tortura) pra nós duas!

Então vamos lá, dedos alongados, computadores ligados, novo documento do Word aberto, notinhas e post-its em postos, canetas que não funcionam abandonadas e…

Já!!!

Começamos!

porMelissa de Sá

Desafio Literário: Semana 3 (A Grande Final)

E o desafio literário chega ao fim. Foram três semanas e a proposta insana de escrever 10.000 palavras e tentar criar alguma disciplina. Comecei dia 9 de novembro e tive como data-limite o dia 30 de novembro. E quer saber, foi uma insanidade! hahahaha

Semana passada cheguei à conclusão que estava atrasada. Com pouco mais de 4000 palavras escritas eu tinha uma semana para escrever as quase 6000 restantes!

Nem precisa falar que foi desespero total. E eu tive que arrumar um jeito de cumprir o desafio. Eu PRECISAVA cumprir essa desafio pra provar a mim mesma que sim, é possível continuar escrevendo mesmo em meio à uma vida com trabalho, estudo, amigo, família, namorado, músicas e só sei lá mais o quê que uso como desculpa pra dizer não dá tempo pra escrever.

E a coisa andou assim:

24/11 – Escrevi 937 palavras de FICÇÃO CIENTÍFICA. (perceberam que eu só escrevo isso, né?)

25/11 – Nadinha.

Aí bateu uma sensação e resolvi que no sábado, dia 26, que precisava fazer alguma coisa. E foi aí que meu lado Sonserino entrou em ação.

*Slytherin mode on*

Isso é completamente desprezível. Como é que vocês desejam cozinhar a fama e engarrafar a glória se não conseguem cumprir um desafio mísero? Vão fazer o que agora, ir chorar como os bebês chorões que são?

Slytherin Mel: Pronto, pronto. Cheguei, galera. Vamos colocar ordem nessa porcaria.

Melissa cética: Olha, não dá mais tempo, querida. A gente fez o que podia, mas falhou.

*Melissa feliz chora num cantinho*

Slytherin Mel: O que?????????? Vocês vão aceitar perder assim????????? NO WAY!!!!!!! Nós vamos montar um esquema aqui e ganhar esse desafio. Melissa-cética, você vai dividir o número de palavras que faltam pelo número de dias restantes e vai supervisionar de perto a produção dessa porcaria. Como boas Lufas que são, vocês não vão trapacear, mas eu quero algo de qualidade e digno! Melissa-feliz, você vai dar o incentivo necessário a essa tarefa e controlar o pensamento musical do momento, minha filha, que não é hora disso não! Eu quero que você sinta o calor do deserto das cenas de FICÇÃO CIENTÍFICA, quero que escreva como nunca escreveu. Eu quero sofrimento, drama, dor, desespero, eu quero sentir aquelas duas mulheres andando no deserto como se elas estivessem na minha sala de estar!!!!!!!!!!!!!!

* Melissa-cética e Melissa-feliz vão correndo desesperadas enquanto Slytherin Mel supervisiona o trabalho *

Slytherin Mel: Esses fragmentos do diário estão um lixo, reescreve esse troço, galera!

26/11 – 909 palavras

Melissa Feliz: Poxa, mas rolou a reescrita de um fragmento inteiro…

Melissa Cética: Pára de reclamar, que a doida vai acabar ouvindo.

Slytherin Mel: Eu já ouvi!!!!!!!!!!!!!

27/11 – nope.

28/11 – 1713 de FICÇÃO CIENTÍFICA.

29/11 – 880 palavras de FICÇÃO CIENTÍFICA.

E finalmente chegou dia 30, o último dia. Faltavam ainda 1365 palavras para que o desafio fosse cumprido. E além dele, uma pilha de provas e meu último trabalho de graduação me encaravam.

Slytherin Mel: Poxa galera, eu fiz tudo que podia aí… Que coisa mais sacal. *Slytherin mode off*

Melissa Cética: Eu sabia que a gente não ia conseguir…

Melissa Feliz: Poxa, gente,  não desanima não. Ainda temos *olha no relógio* três horas pra terminar!

Melissa Cética: Uau! *ironia on*

Melissa Feliz: E eu sei exatamente o que a gente precisa.

Melissa Cético: Que o espírito de um falecido escritor de ficção científica baixe aqui? *ironia ainda on*

Melissa Feliz: Não… de uma coisa bem melhor…

Três horas?????? Três horas dá pra fazer muita coisa, gente. Sério. Vamos pensar juntos. É ficção científica. Duas mulheres no deserto. À noite. Huum... O que pode acontecer depois de uma grande cena de ação? Vamos lá! Juntem as cabeças e pensem!

*Hufflepuff monde on*

30/11, quase uma hora da manhã – 1402 palavras de FICÇÃO CIENTÍFICA.

Saldo parcial: 5841 palavras

Saldo total: 10034 palavras!!!!

Desafio cumpridooooooooooooooooooooooooooooooooo!

Yeah oh yeah oh yeaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah! *Joan Jett style*

Aham aham aham

uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuh!

*Hufflepuff mode off*

Estou muito feliz de ter cumprido essa desafio. Não só pelo prazer de cumpri-lo (adoro desafios, adoro listas de coisas pra fazer), mas de pensar que avancei muito em FICÇÃO CIENTÍFICA e avancei numa parte difícil da história, um momento daqueles mais denso e até meio paradão, mas que é necessário antes de grandes revelações e acontecimentos. Com certeza fiquei bem mais empolgada com essa história agora e consigo visualizá-la com mais clareza.

Mas fiquei decepcionada porque não consigui ter disciplina para escrever todos os dias. Por isso, apesar de não postar mais resultados aqui, vou me forçar pra manter a meta de 500 palavras por dia. Quero terminar FICÇÃO CIENTÍFICA no mês que vem!

Melissa Cética: E lá vem mais trabalho…

Melissa Feliz: Eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeh! Vai ser LEGAL! A gente chamar o Cedric e o Snape de novo?

Melissa Cética: Pervertida!

Obrigada  todos que deram apoio e acompanharam esse desafio, espero que vocês possam ler FICÇÃO CIENTÍFICA dentro de alguns meses. Ah, e não deixem de conferir a Ily e a Kakazinha em seus respectivos desafios também.

*saltinhos de alegria*

 

%d blogueiros gostam disto: