Arquivo de tag azul

porMelissa de Sá

Resenha de livro: Mentirosos

Sabe aquele livro que você termina de ler e fica pensando nos personagens e na trama por horas, dias? Aquela história simples mas que tem um impacto profundo na gente? Pois é, Mentirosos é assim. Começou devagar, levemente interessante, e terminou avassalador.

Ficou interessado? Pois continue lendo a resenha! Ler mais

porMelissa de Sá

Minha história de ser mulher

Em seu segundo discurso para a campanha #HeForShe, Emma Watson pediu que as pessoas compartilhassem suas histórias de igualdade de gênero. Na minha dissertação de mestrado, eu escrevi que concordava com várias estudiosas dizendo que contar sua própria história é uma forma de empoderamento. Então por isso, nesse 8 de março, Dia Internacional da Mulher, vou contar minha história. A minha história de ser mulher.

images

Porque sempre achei que não era menos que ninguém por ser uma menina. Mas tentaram me fazer acreditar no contrário. Ler mais

porMelissa de Sá

Top 10 Metas para 2015

Nada como uma boa lista de metas para começar o ano. Roubei a ideia da Karen Alvares que baseou sua lista de metas literárias, blogueiras e pessoais no Top Ten Tuesday. Hoje não é terça, mas vamos ver se o planejamento ajuda a manter o foco em 2015.

Vamos colocar a mão na massa? Ler mais

porMelissa de Sá

Quando eu tinha 16…

O Jean Costa lançou seu novo single, “16”, parte do álbum Lands of Forever, que eu já resenhei aqui. A música é uma das minhas favoritas do CD. Afinal, é uma nostalgia lembrar dos nossos 16 anos, das horas passadas online e daquele sentimento de que tudo era tão urgente!

 

Por isso confira aqui as 16 coisas que eu fazia quando tinha 16… Ler mais

porMelissa de Sá

Resenha de Livro: Um Dia

Eu já tinha assistido o filme e chorando um bocado, mas digo que o livro foi uma experiência mais dolorosa. Não, não por motivos óbvios. Achei Um Dia um livro depressivo, até difícil de ingerir. Sim, é também um livro incrível. Mas quando penso muito sobre ele, fica aquele gosto ruim na boca…

A premissa é muito simples. Emma e Dexter se conhecem no dia 15 de julho de 1988. A partir daí, suas vidas tomam rumos diferentes, mas os dois estão sempre em contato. Os anos passam e o leitor acompanha o que aconteceu com eles, sempre no dia 15 de julho. Ler mais

%d blogueiros gostam disto: