Tag: Liebster Award

porMelissa de Sá

Tag: Liebster Award

Já tem tanto tempo que quero postar essa tag aqui… Adoro tags. Acho que é um ótimo jeito de conhecer blogs e seus autores. Quem passou essa foi a querida Karen Alvares, do blog Papel e Palavras. Então vou falar um pouco de mim e do Mundo Mel.

Quem vem?

As regas da tag são bem simples:

  • Escreva 11 fatos sobre você;liebsteraward
  • Responda as perguntas de quem te indicou a tag;
  • Indique de 11 a 20 blogs;
  • Faça 11 perguntas pra quem você indicar;
  • Insira no post uma imagem com o selo Liebster Award;
  • Linque de volta quem te indicou.

11 fatos sobre mim

1. Eu AMO doce de leite. Amo mesmo. Pra mim, é o melhor doce do mundo e eu tenho que me controlar, se não, comeria todo dia. Como doce de leite com pão, biscoito, aveia, puro. Doce de leite é bom até com areia.

2. Eu amo dançar. Nem sempre foi assim, mas em 2012 eu me redescobri na dança. Sou apaixonada por ballet clássico e faço aulas. Mas meu coração também é hopper. Faço parte do grupo BeHoppers, que dança Lindy Hop em Belo Horizonte. Dançar me faz feliz, me faz gostar mais de mim mesma.

Bailarinando no Museu da Pampulha, em Belo Horizonte.

3. Eu choro com a música “All Be There”. Sério. Michael Jackson criancinha cantando “just call my name and I’ll be there” arranca lágrimas. Não importa onde eu esteja. Com quem esteja. Simplesmente não dá.

4. Eu canto e toco violão. Inclusive, tenho várias músicas de Wizard Rock (inspiradas em Harry Potter) e outras baseadas em Jogos Vorazes. Vocês podem conferir no meu canal no youtube. Esse ano voltei a compor, dessa vez fora do universo dos livros, depois de um problema nas cordas vocais. O resultado sai ainda esse ano na internet.

5. Eu tenho mestrado em literaturas de língua inglesa pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Sério. Literatura pra mim é coisa super séria. hahahaha

Às vezes nem eu acredito que essa dissertação é minha. O.o

6. Sou professora de inglês no Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) e dou aulas em Conselheiro Lafaiete. Inclusive me mudei pra cidade há poucos meses. Ser professora de Ensino Médio técnico é uma experiência muitíssimo interessante.

7. Odeio manga. Não sei por que, mas odeio manga.

8. Quando eu tinha uns 11 anos escrevi uma carta pro ministro do Canadá. E ele me respondeu. Até hoje tenho a carta timbrada e assinada pelo ofício canadense. História louca da minha infância de criança esquisita.

9. Eu durmo em qualquer lugar. Em Q-U-A-L-Q-U-E-R lugar. A qualquer hora. Sempre. Deito e durmo. Puff. Já dormi no chão, em pé no ônibus, já dormi nua boate encostada no ombro do meu marido!

10. Eu falo sozinha constantemente e canto músicas narrando o que estou fazendo. Tipo o Marshall de How I Met Your Mother.

11. Meu marido atualmente mora em outro país. Sinto saudade imensa dele todos os dias, mas sei que é temporário e que é uma chance de realizarmos nossos sonhos e melhorar de vida.

Aposto que vocês acharam que eu ficava o dia inteiro no Facebook, né? hahahaha

Agora respondo às perguntas feitas pela Karen:

1. O livro que transformou sua vida.

As Brumas de Avalon. Foi quando me percebi como uma mulher pela primeira vez na vida (contei sobre isso nesse post aqui). Já li e reli várias vezes e sempre me emociono com essa versão da lenda do rei Arthur. Minha favorita.

2. O filme que mudou sua maneira de ver o mundo.

Caramba, que pergunta difícil. Talvez tenha sido Matrix. Foi quando comecei a realmente pensar nas consequências ruins do avanço tecnológico sem ética.

3. A música que faz parte da sua trilha sonora.

Pode ser duas? “Por Onde Andei”, do Nando Reis, que sempre vai lembrar meu grupo de amigos da adolescência. A gente cantava essa música o tempo todo. Embalou grandes momentos.

A segunda é “Better Together”, do Jack Johnson. Quando eu e meu marido nos conhecemos, sempre ouvíamos o CD In Between Dreams juntos. De todas as músicas, essa foi a que mais me marcou. Fomos ao show do Jack Johnson em BH (meu marido é super fã) e tudo mais. Hoje, com nossa distância temporária, nem consigo ouvir essa música sem chorar.

4. Defina saudade.

Saudade é sentir o cheiro da pessoa de manhã e só depois de um tempinho lembrar que ela não está mais lá. Mas sentir, no fundo do coração, que ela nunca nos abandona.

5. Se você voltasse no tempo, qual cena visitaria na sua vida?

Provavelmente uma cena da infância. Algum dia de brincadeira. Eu fazia muita coisa doida. Dançava, inventava histórias, teatrinhos, filmagens. Seria divertido rever.

6. O lugar onde está o seu coração.

Caramba. Meu coração está nas pessoas que amo.

7. Viagem da sua vida.

As férias em Carrancas em 2010 com minha família e meu marido (então namorado). Foram momentos super divertidos e especiais que nunca vou esquecer. Essas montanhas e cachoeiras do sul de Minas têm um lugar mais que especial no meu coração.

8. Um autor que conheceu há pouco tempo, mas adorou e quer continuar a ler suas obras.

Cirilo S. Lemos. Gente, o que é esse cara? PRECISO ler mais coisas dele. Uma mistura de boa escrita com uma ótima história e personagens marcantes. Receita pra dar certo. Quer saber como é? Clique aqui. AGORA!

9. Café ou chá?

Nenhum. Suco de laranja, por favor.

Sim, sou uma escritora que não toma café. O.o

10. Qual o seu Doctor? (se não assiste Doctor Who, responda qual o seu personagem de série de TV favorito)

Décimo, claro. Amo Tennant. Amo aqueles óculos sem grau. Aquela gritaria toda. hahahahaha É o Doctor do meu coração.

11. Se pudesse jogar tudo para o alto e viver seu sonho… o que faria?

Seria escritora em tempo integral morando num sitiozinho no sul de Minas.

.

Deixo a tag aberta para quem quiser. E repito as perguntas da Karen. Sim, sei que estou infringindo as regras. 🙂

Sobre o Autor

Melissa de Sá administrator

Melissa é escritora e fica hiperativa com açúcar. É autora da distopia Metrópole: Despertar, publicada pela Editora Draco em 2016, e do livro infantil A Última Tourada, adotado em centenas de escolas no Brasil. Tem contos publicados em diversas antologias das editoras Draco, Buriti e Cata-vento.

1 comentário até agora

Karen AlvaresPostado em2:12 am - maio 11, 2015

Tudo bem, eu deixo você trapacear! Só porque é você, viu? 😉
Chorei com a sua frase sobre saudade. E adorei as respostas (vou tocar Michael Jackson quando você vir aqui em casa de novo! rs).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: