Top 5 Variações Favoritas

porMelissa de Sá

Top 5 Variações Favoritas

Todos sabem que eu adoro ballet clássico, que inclusive faço aulas. Mas eu também adoro assistir vídeos de ballet (santo youtube!) e coleciono minhas variações favoritas, minhas interpretações queridas dos repertórios. Nesse post, decidi fazer meu Top 5 Variações Favoritas dentre os ballets de repertório famosões.

Se você gosta de ballet clássico, dê uma olhada na lista e não deixe de comentar quais são suas variações favoritas. Se você não sabe nada de ballet, confira a lista assim mesmo e veja vídeos de dança curtinhos e super legais.

Nossas variações favoritas são aquelas que a gente gostaria de dançar. A Cássia Pires falou algo parecido em seu livro, Dos Passos da Bailarina, e eu não poderia concordar mais. Depois que assisti vários e vários vídeos de ballet, pesquisei sobre o assunto e passei a entender os movimentos, comecei a estabelecer meus vídeos queridos. E aí não pude deixar de perceber que eles eram exatamente os que uniam as características que mais gosto/valorizo no ballet: vivacidade, energia, precisão de movimento e uma música vibrante.

Não me canso de ver essas variações, em diversas montagens diferentes, com bailarinas diferentes, e me emocionar com elas. Eu dançaria todas se pudesse.

5. Segunda variação de Myrtha, segundo ato de Giselle

Myrtha é pra mim a melhor parte do ballet Giselle. Ela é a rainha das Willis, espíritos de mulheres abandonadas pelo noivo antes do casamento. As Willis habitam a floresta e ficam à espreita para se vingarem de qualquer homem desavisado que apareça. O castigo? Elas o forçam a dançar até a morte. De todas, Myrtha é a de coração mais duro. Ela é bela e cruel, uma força da floresta. Ideias para um conto? hohoho Claro que sim, pessoas. Aguardem.

Saltos, um tutu romântico branco, mais saltos ainda. Assim meu coração pula, gente.

Minha Myrtha favorita é a Marianela Nunez. Ela combina perfeitamente a expressão enigmática e cruel da Myrtha na minha opinião. Vocês podem conferir a Myrtha da Marianela aqui. A partir de 5:45 vocês podem ver a variação que mencionei.

4. Pas de quatre dos Pequenos Cisnes, segundo ato de O Lago dos Cisnes

Okay, okay, eu sei que não é uma variação de primeira bailarina, mas eu não posso fingir que eu não adoro esse pas de quatre. Não consigo. Ele tem todos os meus passos favoritos do ballet: piqué, echappé, pas de chat… E a precisão das pontas? E a música? E a movimentação de cabeça? Coração nesse pas de quatre.

Adooooooooooooro a montagem de O Lago dos Cines do American Ballet Theater. Pra quem quiser ver completo, está aqui.

3. Variação de Kitri, terceiro ato de Dom Quixote

Kitri é a filha de mercador/estalajeiro que se apaixona por Basilo, um barbeiro. O pai não quer o relacionamento (pra variar) e briga com Kitri, ficando ultra feliz quando um nobre pede a mão de sua filha. Mas Kitri é uma moça voluntariosa, cheia de energia e charme, convencida a fazer as coisas do jeito que quer.

O que eu mais gosto nessa variação é a energia e a vivacidade da personagem, expressas de um jeito bastante forte com passos bastante intensos. Adoro os grand jetes e os echappés. E o leque, e todo o resto.

Gosto muito da Cynthia Harvey dançando essa variação, mas recentemente vi a  Marianela Nunez (ela de novo) como Kitri e adorei. Vocês podem ver aqui. A partir de 8:15 é a variação em questão aqui.

2. Variação do Pizzicato, primeiro ato de Raymonda

Rayomonda é uma mocinha meiga e ingênua que tem uma visão de uma Dama Branca lhe mostrando seu futuro: a aparição de um misterioso homem sarraceno que a quer a força. Isso porque Rayomonda tem um noivo prometido, Jean de Brienne, que está a caminho. E não é que a visão de Rayomonda começa a se tornar realidade

Eu sei que isso vai soar estranho, mas acho Rayomonda uma personagem muito fofa. Ela é uma jovem intrépida, curiosa, cheia de vida, mas bastante ingênua. E essa variação mostra essas características de um jeito muito leve, passando de um jeito interessante a ingenuidade e alegria da personagem. Gosto particularmente das pontas impossíveis (rs) e da leveza (ela tá voando? rs) da coisa toda.

Minha montagem favorita é essa do La Scala e pra mim a Novikova passa tudo que eu penso da Rayomonda. E que tutu é esse, né? Lindo demais.

1. Variações de Coppélia, primeiro ato de Coppélia

Coppélia é meu ballet favorito. Eu dançaria qualquer coisa nele sem pestanejar. É um ballet alegre, vivo e bastante engraçado que conta a história de Swanhilde, uma moça que tem ciúmes de uma jovem que fica lendo na janela, para quem seu namorado, Franz, sempre olha. Swanhilde é minha protagonista favorita de todos os ballets de repertório: ela é fofa (olha a fofura de novo rs), esperta, corajosa, engraçada e dá ataques de ciúme (sim, tem isso na coreografia com direito a cara feia e piti).

Pra mim é impossível escolher uma variação favorita da Swanhilde nesse ballet, então eu escolhi todas do primeiro ato. hahahahaha Gosto particularmente da primeira variação que aparece no vídeo abaixo, quando Swanhilde expressa claramente seus ciúmes de Coppélia, a moça na janela. É engraçado, é vivo, é enérgico e fofo. Acho que combina bem comigo até. hahahaha

Minha favorita como Swanhilde é mesmo a Osipova. Não tem jeito.

*

Enfim, essas são minhas variações favoritas. São as que não canso de assistir. Em algumas, já até decorei o port des bras e fico cantarolando a música sem perceber. Ballet é também uma grande inspiração para minha escrita. Essas personagens vira e mexe pipocam na minha cabeça e a vontade de escrever bate.

Ah, e a foto da Misty Coppeland no começo do post me fez lembrar que um dia preciso fazer um top 5 das minhas variações de solista favoritas no futuro. 🙂

Não deixem de comentar.

Sobre o Autor

Melissa de Sá administrator

Melissa é escritora e fica hiperativa com açúcar. É autora da distopia Metrópole: Despertar, publicada pela Editora Draco em 2016, e do livro infantil A Última Tourada, adotado em centenas de escolas no Brasil. Tem contos publicados em diversas antologias das editoras Draco, Buriti e Cata-vento.

4 Comentários até agora

Cássia PiresPostado em10:30 pm - nov 2, 2013

Adoro listas de variações preferidas! Assisti a todas na sequência, mesmo os vídeos que já conhecia, dá para ter uma ideia melhor. Sabe o que pensei lendo o seu post? Além de ser as variações que queremos dançar, elas também mostram um pouco de nós mesmas. Agora verei você como uma camponesa, não imaginava que o seu ballet preferido é Coppélia, o mais fofo do universo! (Eu também sou do time das camponesas, o meu preferido é Giselle). Amo a Myrtha, ela é uma personagem incrível. O pas de quatre de “O lago dos cisnes” é um dos mais difíceis do universo, sempre acho que alguma bailarina vai errar e todas cairão juntas. Essa variação de Kitri é linda de tudo. E o pizzicato, para que facilidade, né? Hehehe. Difícil e lindo, como Raymonda.

Beijo imenso.

    Melissa de SáPostado em1:49 pm - nov 3, 2013

    Verdade, essas variações falam muito de mim. Deu pra sacar que não tem nenhum adágio entre elas (hohoho odeio adágios) e todas são enérgicas ou alegres. E essa sou eu!

    Ah, eu sou uma camponesa com certeza. Coppélia é o ballet mais fofo/divertido/engraçado! 🙂 Quanto a Giselle, eu demorei a gostar desse ballet. Eu dançaria, não a Giselle, mas as amigas camponesas, a Myrtha ou uma das Willis. 🙂 Comecei a gostar de Giselle depois que vi ao vivo, pela Cia Brasileira de Ballet. Foi tão simples, leve e lindo que ganhou meu coração naquela noite.

    Que bom que não sou só eu que entra em um pânico leve do pas de quatre do Lago dos Cisnes. Também tenho a impressão de que alguém vai cair, ou que alguém vai esquecer de virar a cabeça e estragar tudo. hahaha Mas a música é tão contagiante e os passos são tão lindos que eu com certeza dançaria, apesar de não me considerar uma cisne.

    Rayomonda é tudo sobre leveza. Mas tem aquela meiguice, aquele ar de jovialidade e ingenuidade no ballet todo. Eu adoro. Difícil escolher uma variação favorita entre as cinco, mas escolhi a do Pizzicato porque ela é a mais significativa da personagem pra mim. Apesar de ser nível de dificuldade primeira bailarina sem sombra de dúvida.

    bjs!

BiaPostado em4:44 pm - nov 3, 2013

adorei a seleção!! =D

    Melissa de SáPostado em6:53 pm - nov 3, 2013

    Bia, que bom que você gostou! Ah, e valeu pela dica, realmente eu marquei errado. Fui me empolgando com a Marianela Nunez e perdi a conta dos minutos. hahahaha 🙂

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: