Resenha de Livro: Dos Passos da Bailarina

porMelissa de Sá

Resenha de Livro: Dos Passos da Bailarina

De fevereiro de 2009 a junho de 2013, Cássia Pires registrou em seu blog, Dos Passos da Bailarinasuas experiências, reflexões e estudos sobre o ballet clássico. Agora essa vivência virou o livro homônimo que percorre ao longo de 155 páginas (pelo menos no meu e-reader) questões do mundo ballet que vão do medo de girar até o amor pelo arabesque 90 graus, passando pelos reportórios favoritos sem esquecer de mencionar distúrbios alimentares e indo parar no ensino de ballet. Muito mais que um punhado de posts de blog reunidos, Dos Passos da Bailarina é um livro de crônicas sensível e sincero, de alguém que apesar de viver cercada por tutus cor-de-rosa, vivencia ballet clássico de um jeito intenso e realista, com todas as suas belezas e defeitos.

Não se engane, esse livro de crônicas é de alta qualidade. Se você nunca fez ballet na vida, mas gosta de arte e dança, não se preocupe. O livro arruma um jeito de te encantar.

Eu digo crônicas porque é exatamente isso que o livro da Cássia apresenta. Crônicas não somente sobre ballet, mas sobre o medo de errar, sobre a vontade de prosseguir, sobre o amor por uma arte, sobre como esse amor não é suficiente e sobre um bocado de estudo. Cada texto é bem amarrado, tem começo, meio e fim, e não é de se surpreender que ao longo do tempo, Cássia desenvolveu um estilo pessoal para crônicas: delicada, mas direta. Poética, mas sem deixar para trás aquele toque de realidade.

Veja bem, eu leio o blog da Cássia desde que comecei a fazer ballet. E mesmo assim, o livro me surpreendeu. Isso porque uma coisa é você acompanhar os posts, comentar. Outra é ver tudo junto, fazendo sentido, tomando um corpo. Texto atrás de texto para formar um tema maior. Nem preciso dizer que as escolhas dos posts foram acertadíssimas e que o livro fluiu super bem. Então mesmo para as bailarinas de plantão que acompanham o Dos Passos da Bailarina, eu digo que a compra do livro não é em vão. Vale cada centavo.

Dos Passos da Bailarina é dividido em quatro partes: “Uma Bailarina Adulta”, “Aulas, Estudos e Afins”, “Entre Mim e o Repertórios” e “Discutindo Sobre o Ballet Clássico”. Em todas elas há uma mistura do pessoal com uma opinião bem fundamentada. Ah sim, é importante dizer que a Cássia é alguém que realmente estuda ballet. Que leva a sério. Mesmo tendo começado a dançar aos 27 anos.


O livro certamente tem um apelo para as “bailarinas adultas” (olha eu me incluindo horrores) pois fala diretamente das dificuldades que temos: medo, limitações do corpo, dificuldades da vida pessoal, aquele brilho no olhar de quem está fazendo algo com muita vontade mas sabe que nunca será o bastante. Mas ao longo das páginas, não consegui deixar de pensar que toda bailarina poderia se identificar com muito do que havia sido discutido. Até porque muito é discutido. Cássia consegue falar de tudo um pouco: das questões de peso, da vaidade, do culto da perna alta, dos grandes repertórios, dos festivais de fim de ano, da rotina das aulas, sem cair naquele tom de gente frustrada. Pelo contrário, ao longo de Dos Passos da Bailarina encontramos sempre as alternativas “possíveis”. O mundo do ballet, seja ele profissional ou amador, funciona de um determinado modo mas podemos encontrar dentro de nós algo a ser feito, nossas tão sonhadas variações possíveis.

Essa leitura me fez pensar muito, me fez querer pesquisar mais ainda, mas também me emocionou. Textos como “Quando você descobriu que era pra valer?”, “Por que o amor não é suficiente?”, “Olhos Generosos” e “Estender a Mão” particularmente me tocaram muito e não tenho vergonha de dizer que chorei em alguns trechos. Além de trazer reflexões muito sensatas, Cássia consegue chegar perto de seu leitor e criar frases lindas.

Giselle…

O pior momento? Talvez seja o da frustração. Tantas tentativas, tantas vezes, tanto tempo. O corpo não corresponde. A mente não responde. O coração desmancha por dentro. E por mais que nossos pares, companheiros de dança, nos reconheçam neste momento, de nada adianta. Estamos sozinhos.

 

Para a maioria das pessoas, uma noiva.

Para uma bailarina, Giselle.

 

O mundo fica pequeno quando somos donos do nosso próprio caminho, especialmente se nosso destino é a dança.

Esse é um livro sobre e arte e sobre dança, sobre desejos e frustrações. O ballet clássico em toda a sua contradição e encanto. Se eu recomendo? Com certeza. Isso é crônica de primeira qualidade. Além de bailarina, Cássia Pires virou escritora.

Dos Passos da Bailarina está à venda no formato e-book (você pode ler no seu computador, tablet, celular ou e-reader) na Amazon.br (kindle), Amazon.com (kindle) e Clube dos Autores (pdf).


Sobre o Autor

Melissa de Sá administrator

Melissa é escritora e fica hiperativa com açúcar. É autora da distopia Metrópole: Despertar, publicada pela Editora Draco em 2016, e do livro infantil A Última Tourada, adotado em centenas de escolas no Brasil. Tem contos publicados em diversas antologias das editoras Draco, Buriti e Cata-vento.

9 Comentários até agora

arabescosdouradosPostado em2:31 am - set 27, 2013

Ter o livro faz toda a diferença, com certeza! É incrível como os textos da Cássia traduzem nossos sentimentos.
Essa parte, por exemplo: “O pior momento? Talvez seja o da frustração. Tantas tentativas, tantas vezes, tanto tempo. O corpo não corresponde. A mente não responde. O coração desmancha por dentro. E por mais que nossos pares, companheiros de dança, nos reconheçam neste momento, de nada adianta. Estamos sozinhos.”
É tão verdadeiro, aconteceu tantas vezes. Você tenta expressar e balbucia pra alguém do lado qualquer coisa pra não se sentir só. Alguns dizem: “- Ballet é assim mesmo, vai melhorar. – Todo mundo tem dias ruins. – Todos os bailarinos se sentem assim.” Mas não dá pra explicar que isso é uma frustração diferente. Você coloca todo esse esforço, porque quer que o corpo dance. Você quer que o balé te recompense com a dança. Às vezes, ele não o faz. E o corpo quer dançar, e é preciso paciência. Mas o corpo quer dançar agora. Como o corpo vai dançar se ele está labutando com tantas outras coisas que precisam de tanto suor? É uma frustração, pois é uma busca incansável da dança e você a encontra em alguns momentos, mas ela escapa tão cedo. Pelo menos, é assim que me sinto, é a parte do balé em que eu sei que estou sozinha.

    Melissa de SáPostado em3:25 pm - set 27, 2013

    Realmente, tem horas que estamos sozinhos mesmo. Quando li esse texto eu finalmente senti que alguém me entendia e até passei a lidar melhor com essa situação. É como você disse, não adianta explicar pros colegas, a nossa dificuldade é só nossa e só a gente entende.

    Mas nós continuamos, apesar de tudo isso.

Cássia PiresPostado em3:01 am - set 27, 2013

Melissa, fiquei imensamente emocionada com a sua resenha. Você se emocionou com o livro, mesmo conhecendo tantos textos que estão ali, e isso me fez ganhar o dia. Sem falar que você escreve tão bem que até eu senti vontade de ler o meu livro, hahaha. Por fim, este trecho desmanchou meu coração: “Além de bailarina, Cássia Pires virou escritora.” Muito obrigada! Beijo imenso.

    Melissa de SáPostado em3:31 pm - set 27, 2013

    Cássia,
    Eu confesso que me surpreendi bastante. O livro me emocionou muito e olha que eu já tinha lido 80% do que estava ali. Mas ler tudo na ordem e depois fazer sentido de um todo fez uma diferença enorme. 🙂
    Que bom que gostou tanto da resenha. E você virou escritora sim, não duvide disso.

O meu livro na Livraria Cultura | Dos passos da bailarinaPostado em4:01 pm - out 30, 2013

[…] A Melissa de Sá escreveu uma resenha linda sobre o livro. Para ler, aqui. […]

Top 5 Variações Favoritas | Mundo MelPostado em6:55 pm - nov 2, 2013

[…] são aquelas que a gente gostaria de dançar. A Cássia Pires falou algo parecido em seu livro, Dos Passos da Bailarina, e eu não poderia concordar mais. Depois que assisti vários e vários vídeos de ballet, […]

Retrospectiva Literária 2013 | Mundo MelPostado em9:18 pm - jan 6, 2014

[…] tive nenhuma leitura que tenha realmente me decepcionado. Ainda bem. O livro que me surpreendeu: Dos Passos da Bailarina, de Cássia Pires. Quando comprei, pensei que leria um compilado de posts sobre ballet clássico, […]

Sobre mim | Cássia PiresPostado em3:25 am - ago 11, 2014

[…] Carvalho, Dear Book, aqui. Melissa de Sá, Mundo Mel, aqui. Marina Faeda, O Mundo da Marina, […]

Parece que foi ontem… | Dos passos da bailarinaPostado em4:03 am - set 17, 2014

[…] Book, aqui. Mundo Mel, aqui. O Mundo da Marina, […]

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: