Resenha de Filme: A Origem

porMelissa de Sá

Resenha de Filme: A Origem

Extremamente inteligente e bem montado, A Origem é um filme obrigatório para qualquer fã de ficção científica. Assinado pelo diretor Christopher Nolan e estrelando Leonardo di Caprio e Ellen Page no elenco, o filme concorre ao Oscar nas categorias Melhor Filme, Melhor Roteiro Original, Melhor Trilha Sonora, Melhor Fotografia, Melhor Direção de Arte, Melhor Mixagem de Som, Melhor Edição de Som e Melhor Efeitos Visuais. (Para ler sobre outros filmes indicados ao Oscar 2011, clique aqui).

Dom (Leonardo di Caprio) é o melhor no que faz: entra nos sonhos das pessoas e rouba informações importantes de seus subconscientes. Sua técnica é primorosa: usa arquitetos para criar verdadeiras cidades imaginárias, químicos para sedar as vítimas, falsificadores para enganar a mente e até mesmo armadores somente para preparar armadilhas.

No entanto, Dom esconde de sua equipe que é atormentado pela lembrança da ex-mulher, Mal, e que é por causa dela que sua engenharia de sonhos não tem funcionado tão bem assim ultimamente. Mas é durante um desses mal-sucedidos trabalhos que recebe a chance única de sua vida: voltar para casa.

O filme é daqueles que você deve prestar atenção do início ao fim para não perder informações importantes. Cada detalhe é crucial. O roteiro é intrincado e super bem amarrado, contando com personagens bem desenvolvidas e trabalhadas.

As cenas de ação não são longas, o que para mim é sempre uma vantagem. E o drama é na medida certa, sem despencar para o melodrama exagerado. A atuação de Ellen Page também dá um gostinho a mais nesse quesito.

Na briga pelo Oscar, talvez tenha a chance de levar os prêmios técnicos e o Melhor Roteiro. Mas com certeza é um daqueles filmes geniais que dá vontade de assistir mais de uma vez.

Sobre o Autor

Melissa de Sá administrator

Melissa é escritora e fica hiperativa com açúcar. É autora da distopia Metrópole: Despertar, publicada pela Editora Draco em 2016, e do livro infantil A Última Tourada, adotado em centenas de escolas no Brasil. Tem contos publicados em diversas antologias das editoras Draco, Buriti e Cata-vento.

1 comentário até agora

MiPostado em12:16 am - fev 28, 2011

Eu amo esse filme!
Aliás, foi nesse filme que o Leleco ganhou de vez o meu respeito. Precisei rever meus conceitos e fui obrigada a admitir que Leonardo DiCaprio é um ótimo ator.
Aliás, tu sabia que ele vai ser Jay Gatsby na refilmagem de The great Gatsby. Dois anos atrás eu teria ficado ofendida com a escolha dele. Hoje acho que foi perfeita. 😉
bjs

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: