E elegemos a primeira presidente do Brasil

porMelissa de Sá

E elegemos a primeira presidente do Brasil

Hoje quando fui eram duas horas da tarde e fazia um calor insuportável. Pra variar, eu ainda me esqueci do título de eleitor – por algum motivo a idéia ELEIÇÃO escapou da minha cabeça hoje de manhã – e tive que voltar em casa pra buscar. No entanto, quando ouvi o barulhinho TILITILIM da urna senti que tinha feito alguma coisa.

Não, não acho que o mundo vai mudar nem que o Brasil vai sair da pobreza assim de uma hora pra outra. Nunca vou me esquecer da minha professora de história da quinta série – Gilcéia, saudade! – que disse o seguinte quando Lula foi eleito: “O que as pessoas não vão entender é que quando elas se decepcionarem – porque vão – a culpa não vai ser do  Lula. Ninguém trás mudança sozinho. As coisas não vão se transformar no dia 1 de janeiro”. Nunca esqueci isso e essa idéia acabou por moldar minhas idéias a respeito de liderença e democracia.

Eu me sinto aliviada. Sério. Me sinto feliz pelo povo brasileiro não ser burro a ponto de colocar o país de novo nas mãos do PSDB. Me sinto feliz por pensar no poder do voto, por saber que nós, blogueiros, professores, estudantes, artistas, temos o mesmo valor que donos de grandes empresas e monopólios. O voto vale um. E vale um pra todo mundo. É algo tão poderoso e ao mesmo tempo tão pouco valorizado. Por que é que não pensamos no que temos nas mãos? Por que é que conseguem nos convencer de que um voto não vale nada? Por que acreditamos neles? E o mais importante: por que deixamos eles fazerem isso com a gente?

Quem são eles?

Pensa um pouquinho. Não vou estragar a surpresa.

Em seu discurso, Dilma falou da força da mulher. Não que eu ache que mulheres são melhores que homens – longe disso, sempre defendo a idéia de que somos todos iguais – mas acho significativo e importante o fato de uma mulher ter chegado à presidência em um país ainda tão arraigado em valores ultrapassados sobre superioridade de sexos. Eu acho incrível o fato de uma Dona Maria pobre do interior de Minas ter votado na Dilma. Sério. É isso que me faz acreditar que estamos melhorando.

Então parabéns, Dilma, por ter se mostrado e vencido a sujeirada.Por mostrar um caminho de honestidade. Porque pelo menos isso.

*respiro de alívio*

Sobre o Autor

Melissa de Sá administrator

Melissa é escritora e fica hiperativa com açúcar. É autora da distopia Metrópole: Despertar, publicada pela Editora Draco em 2016, e do livro infantil A Última Tourada, adotado em centenas de escolas no Brasil. Tem contos publicados em diversas antologias das editoras Draco, Buriti e Cata-vento.

1 comentário até agora

thepavaniaPostado em10:26 pm - out 31, 2010

issaê!

finalmente as pessoas entendem o voto!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: