Micos em terceira dimensão

porMelissa de Sá

Micos em terceira dimensão

Eu sou uma pessoa impressionável. Normal. Entro em pânico com filme de terror, choro nos filmes mais piegas, me emociono com propagandas que possuem aquela musiquinha bonitinha no fundo, me derreto com bebês… etc. De vez em quando pago uns micos básicos, okay. No entanto, a coisa chegou num nível sem noção outro dia quando fui assitir o filme Alice no País das Maravilhas.

Nunca tinha ido numa sala de cinema 3D na minha vida (pessoa pobre que mora em Belo Horizonte… rs), então fiquei toda empolgadinha. Aquele óculos modernoso foi uma alegria. Fiquei ajeitando, empolgando, tirando, colocando. Até aí tudo bem. A coisa ficou estranha quando eu comecei a querer pegar o gato do filme (sim, eu estendi a mão pra pegar) e a gritar e me desviar dos galhos e das pedras que vinham, aparentemente, em minha direção. tsk tsk tsk As pessoas ficaram me olhando de um jeito bem suspeito depois.

Tão pouca coisa pra fazer uma pessoa feliz, não?

Sobre o Autor

Melissa de Sá administrator

Melissa é escritora e fica hiperativa com açúcar. É autora da distopia Metrópole: Despertar, publicada pela Editora Draco em 2016, e do livro infantil A Última Tourada, adotado em centenas de escolas no Brasil. Tem contos publicados em diversas antologias das editoras Draco, Buriti e Cata-vento.

2 Comentários até agora

Sara SoaresPostado em12:16 am - maio 6, 2010

huahuahuahua
Que bom q vc me alertou sobre esse tipo de reação,
assim quando eu for ver o filme num faço a mesma
coisa!!!!
bjo bjo bjo

JéssicaPostado em4:08 pm - maio 16, 2010

Ahh pelo menos vc assistiu um filme em 3D. Eu até hoje não vi como é. Depender dos outros é f***.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: